2 eventos ao vivo

Veja como funciona bomba em panela de pressão como a usada em Boston

17 abr 2013
12h21
atualizado às 20h02
  • separator
  • 0
  • comentários

O FBI informou na terça-feira que os explosivos detonados durante a Maratona de Boston, na última terça-feira, estavam dentro de uma panela de pressão. O mesmo tipo de bomba foi preparada para um atentado frustrado na área de Times Square, em Nova York, em 2010. Em meados do mesmo ano, o Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos (DHS, na sigla em inglês) emitiu um documento classificado para uso interno alertando para os perigos deste tipo de artefato.

"Dispositivos explosivos improvisados rudimentares (IEDs, na sigla em inglês) utilizando panelas de pressão contendo disparador, interruptor e carga explosiva (tipicamente nitrato de amônia ou RDX) frequentemente são usados no Afeganistão, Índia, Nepal e Paquistão. Panelas de pressão são comuns nesses países e a presença delas provavelmente não pareceria suspeita para pedestres e autoridades", diz o documento do DHS.

"Porque é menos comum nos Estados Unidos, a presença de uma panela de pressão em um local incomum, como o saguão de um prédio ou uma esquina, deve ser tratada como suspeita", alerta o documento.

Segundo o departamento, a panela de pressão é escolhida para atentados por não se tratar de um objeto que imediatamente gere suspeitas. Além disso, pode receber uma grande carga de explosivo, um mecanismo disparador maior do que em outros dispositivos e aditivos letais, como fragmentos de metais, pregos e rolamentos - que estavam presentas nas bombas de Boston. 

Foto: Terra
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade