0

Recém-casado, médico mata noiva e depois se mata nos EUA

Em uma gravação feita pela polícia, a mulher pediu socorro ao telefone por volta da 1h30 da manhã

9 out 2014
14h01
atualizado às 14h14
  • separator
  • comentários

Um casal morreu na noite de seu casamento, no último sábado, no que parece ter sido homicídio seguido de suicídio na cidade de Terre Haute, estado de Indiana. Segundo uma gravação feita pela polícia, a mulher teria ligado pedindo socorro, já que seu marido estaria armado e a teria ameaçado. As informações são do ABC 13 e PUBSTV.Biz.

Casal teria tido uma briga após a própria festa de casamento; o marido atirou na mulher e, depois, em si mesmo
Casal teria tido uma briga após a própria festa de casamento; o marido atirou na mulher e, depois, em si mesmo
Foto: PUBSTV / Reprodução

O médico anestesista George Scott Samson, 54 anos, e sua mulher, a enfermeira Kelly Ecker, 50 anos, não teriam conversado na festa de casamento, que foi até 23h, de acordo com testemunhas. De madrugada, por volta da 1h30 da manhã, a polícia atendeu um chamado em que Ecker pedia socorro, pois o marido teria a violentado e estava armado. A última fala de Kelly teria sido “Oh meu Deus, ele vai me matar”, seguida de barulho de tiros.  A ligação, então, caiu.

Quando os oficiais chegaram ao endereço, encontraram dois parentes idosos do médico e o filho da mulher, de 10 anos, ilesos. Um dos idosos apontou o corpo da mulher, que estava morta, e disseram que o homem estaria trancado no porão, onde suas armas ficavam guardadas, em um cofre.

O corpo de Samson estava próximo do cofre e os ferimentos indicavam suicídio. A polícia não recebeu reclamações de violência doméstica em relação ao casal, mas afirmou que isso não  quer dizer que eles nunca tiveram algum tipo de problema de violência. 

A polícia ainda investiga a causa dos crimes, mas há suspeitas de que a briga teria começado por causa de dinheiro. 

Fonte: Terra
  • separator
  • comentários
publicidade