0

Pré-candidata republicana vê 'mão de Deus' no furacão Irene

29 ago 2011
14h25
atualizado às 15h15

A candidata à indicação republicana Michele Bachmann foi alvo de severas críticas nesta segunda-feira por afirmar que o terremoto e o furacão que atingiram a costa leste dos Estados Unidos eram a forma encontrada por Deus de chamar a atenção sobre os problemas dos americanos.

Autoridades alertam EUA para aproximação de furacão Irene

Bachmann, que discursou no domingo durante uma reunião política na Flórida (sudeste), declarou mais ou menos de brincadeira: "Não sei o que Deus precisa fazer para chamar a atenção dos políticos. Tivemos um terremoto, tivemos um furacão. Ele disse: 'vão começar a me ouvir?'". Afirmou ainda que os eleitores querem uma redução das dimensões do governo que, segundo ela, persegue "um regime de obesidade mórbida".

Vários meios de comunicação americanos ridicularizaram nesta segunda-feira a declaração de Bachmann, a pré-candidata ultraconservadora da direita cristã. The New York Magazine comparou Bachmann com o televangelista Pat Robertson, habituado a tais declarações. A revista, que reproduz os discursos da pré-candidata, acrescenta: "Opa! Não era Pat Robertson explicando de maneira ridícula que Deus produziu um terremoto e um furacão porque estava infeliz com as finanças estatais. Era Michele Bachmann, candidata à eleição presidencial".

Em um editorial intitulado "Bachmann fala com Deus", publicado em um blog do Washington Post, Johnanthan Capehart observa que Bachmann já havia feito referência a sua candidatura às eleições presidenciais como uma vontade divina. Lembra que um dos 10 mandamentos estipula que "não evocarás o nome de Deus em vão".

Bachmann venceu no dia 14 de agosto uma eleição de testes em Iowa (centro), cujo objetivo era eliminar pré-candidatos republicanos às eleições presidenciais de 2012. No entanto, o pré-candidato ultraconservador texano Rick Perry é quem lidera as pesquisas sobre intenção de voto.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
publicidade