0

Pesquisa: cai nº de latino-americanos católicos nos EUA

A pesquisa do instituto Pew mostrou que 55% de latino-americanos se declararam católicos, enquanto em estudo similar realizado em 2010 essa porcentagem era de 67%

7 mai 2014
13h02
  • separator
  • 0
  • comentários

O número de latino-americanos que se declaram católicos nos Estados Unidos caiu drasticamente, 12% em apenas quatro anos, de acordo com uma pesquisa realizada pelo instituto Pew e divulgada nesta quarta-feira.

<p>Segundo o estudo, cresceu o n&uacute;mero de pessoas que afirmam n&atilde;o ter religi&atilde;o ou que se definem como protestantes ou evang&eacute;licas</p>
Segundo o estudo, cresceu o número de pessoas que afirmam não ter religião ou que se definem como protestantes ou evangélicas
Foto: Reuters

Segundo o estudo, ainda que a maioria dos latino-americanos continue se declarando católica, cresceu o número de pessoas que afirmam não ter religião ou que se definem como protestantes ou evangélicas.

O instituto de pesquisa indicou que "a diminuição continuada da porcentagem de católicos entre os latinos reflete, em parte, as mudanças religiosas que estão em curso na América Latina".

Em especial, os especialistas do grupo de pesquisa apontaram a tendência de as igrejas evangélicas ampliarem seu número de seguidores.

"Reflete também as mudanças religiosas que ocorrem nos Estados Unidos, onde o catolicismo tem tido perdas de fiéis diante das conversões".

A pesquisa do instituto Pew mostrou que 55% de latino-americanos se declararam católicos, enquanto em estudo similar realizado em 2010 essa porcentagem era de 67%.

Por outro lado, a porcentagem de latinos que se definiu como evangélica passou de 12% em 2010 para 16% em 2014.

Já o número de pessoas que afirmou não seguir qualquer religião passou de 10% em 2010 para 18% em 2014, um aumento significativo de oito pontos percentuais, indicou o estudo.

Esta tendência teve mais destaque no segmento dos homens com idades entre 18 e 29 anos: em 2010, 14% afirmaram não ter religião, mas em 2014 essa porcentagem saltou para 31%, um aumento de 18 pontos percentuais.

O estudo observou que os três grupos religiosos (dos católicos, dos evangélicos e daqueles sem religião) se diferenciam em suas posições políticas.

"Os evangélicos protestantes se situam no extremo conservador do espectro, e os que declararam não pertencer a qualquer religião encontram-se no extremo liberal. Os católicos se situam em um meio termo", sinalizou o instituto.

O estudo também informou que atualmente 33% de todos os católicos nos Estados Unidos são latinos.

Com o aumento da população latina-americana, que constitui a primeira minoria nos Estados Unidos, "pode chegar o dia em que a maioria dos católicos nos Estados Unidos seja formada por latinos, ainda que a maioria dos latinos já não seja católica", concluiu a pesquisa.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade