PUBLICIDADE

Oriente Médio

Obama promete pressionar mais a Síria e oferece ajuda à Jordânia

15 fev 2014 - 08h22
(atualizado às 08h23)
Compartilhar
Exibir comentários

Os Estados Unidos pressionarão mais o presidente sírio Bashar Al Asad para que melhore a situação humanitária na Síria, declarou o presidente Barack Obama, que anunciou, por outro lado, uma ajuda de um bilhão de dólares para a Jordânia.

Durante uma reunião com o rei Abdullah II da Jordânia, em Rancho Mirage, Califórnia, o presidente americano afirmou que solucionar a crise síria levará tempo.

"Não esperamos uma solução para isso em curto prazo", enfatizou. "Mas temos de tomar medidas imediatas para ajudar na situação humanitária", acrescentou.

"É preciso tomar medidas intermediárias para pressionar mais o regime de Al Assad", disse ainda. A ajuda dada à Jordânia será usada para enfrentar a chegada de refugiados sírios a seu território.

Obama ofereceu um bilhão de dólares em garantias de empréstimo e a renovação de uma acordo de cooperação de 660 mihões anuais. Os fundos serão destinados em parte aos gastos que a Jordânia tem com a chegada de milhares de sírios que fogem da guerra civil em seu país.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade