0

Massacre do Colorado é o pior ocorrido nos EUA em cinco anos

20 jul 2012
15h37
atualizado às 16h37

Denver (EUA) Pelo menos 12 pessoas morreram e mais de 30 ficaram feridas devido aos disparos feitos por um jovem de 24 anos durante a pré-estreia do filme "Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge" em um complexo de cinemas em Aurora, no estado do Colorado.

O ataque foi o mais grave ocorrido nos Estados Unidos nos últimos cinco anos, e aconteceu a apenas 20km do local do massacre de Columbine, onde dois alunos mataram outros 13 em 1999.

Em 2007, um caso semelhante voltou a chocar os EUA: o estudante coreano Cho Seung-Hui, de 23 anos, matou 32 colegas e professores da Universidade de Virgínia Tech antes de se suicidar.

O suposto autor da matança desta sexta-feira foi identificado pelas autoridades federais como James Holmes, um jovem de 24 anos e procedente do estado do Tennessee.

James Wilburn, que estava na segunda fila de poltronas na Sala 9 do complexo Century, disse ao jornal "The Denver Post" que um homem vestido de preto e com uma máscara entrou por uma porta de emergência que fica na parte da frente da sala.

Várias testemunhas afirmaram que Holmes estava fantasiado de "Bane", personagem que mede forças com o Batman no filme e que tem o rosto coberto por uma máscara. Também disseram que ele usava um colete à prova de balas e estava com duas armas de alto calibre.

O jovem jogou um tubo com gás lacrimogêneo, pegou uma das armas e abriu fogo em direção ao público. Assim que acabou a munição desta arma, segundo James Wilburn, o criminoso a deixou no chão, pegou a outra e voltou a disparar.

Wilburn disse que ouviu cerca de 30 tiros enquanto ele e seus amigos se escondiam atrás de poltronas.

A polícia de Aurora deteve Holmes, a alguns quilômetros do cinema, portando uma espingarda e um revólver. Ao ser abordado, Holmes disse que sua casa estava cheia de explosivos.

O chefe de polícia de Aurora, Dan Oates, confirmou que foram encontrados explosivos "muito sofisticados" no apartamento de Holmes. Devido à periculosidade das bombas, as autoridades ordenaram a evacuação de cinco edifícios próximos.

Em entrevista coletiva, Jim Yacone, agente especial do FBI a cargo do escritório em Denver, disse que as autoridades estão trabalhando "para ver como o material inflamável e explosivo pode ser desarmado".

O secretário de imprensa do Pentágono, George Little, disse que, segundo as investigações iniciais, "é possível que haja militares entre as vítimas", embora não tenha especificado se eles estariam entre os feridos ou mortos.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que estava na Flórida em campanha eleitoral, cancelou sua agenda após o fato, que qualificou como uma "tragédia nacional".

"Sei que muitos de vocês vieram hoje aqui para um evento de campanha. Estava esperando ter uma entretida conversa sobre alguns assuntos realmente importantes que nos importa como país, e as diferenças entre eu e meu oponente nesta eleição", explicou aos presentes em Fort Myers, Flórida.

No entanto, "nesta manhã acordamos com a notícia de uma tragédia que nos lembra, de todas as maneiras, que estamos unidos como uma só família americana".

O pré-candidato presidencial pelo Partido Republicano, Mitt Romney, também expressou sua consternação com os fatos.

"Oramos pelas famílias das vítimas nesse momento. Esperamos que a pessoa responsável por este crime terrível seja levada à justiça em breve", disse em comunicado.

Além disso, a Warner Bros, produtora de "Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge", emitiu um comunicado no qual expressou suas "mais sinceras condolências às famílias das vítimas neste trágico momento".

Veja também:

EFE   
publicidade