PUBLICIDADE

Hillary irá com Obama a cúpula e depois ao Brasil e Bélgica

11 abr 2012 16h45
| atualizado às 16h55
Publicidade

A secretária de Estado dos Estados Unidos, Hillary Clinton, vai acompanhar o presidente Barack Obama à Cúpula das Américas e depois visitará o Brasil e, por último, Bruxelas, para preparar a próxima cúpula da Otan.

Em comunicado, nesta quarta-feira a porta-voz do Departamento de Estado, Victoria Nuland, anunciou a viagem de Hillary.

A chefe da diplomacia americana viajará na sexta-feira a Cartagena de Indias (Colômbia) para acompanhar Obama na 6ª Cúpula das Américas, uma reunião que os Estados Unidos querem aproveitar para "fortalecer as relações" e "ampliar as alianças" com o continente, adiantou o Departamento de Estado.

Depois da cúpula, Hillary viajará a Brasília para assistir a uma reunião do Fórum de Diálogo Bilateral entre os Estados Unidos e o Brasil.

A secretária de Estado já havia confirmado sua viagem ao país sul-americano na segunda-feira, quando participou de um fórum empresarial com o chanceler brasileiro, Antonio Patriota, por causa da visita oficial da presidente Dilma Rousseff a Washington.

O Fórum de Diálogo Bilateral é um encontro periódico de alto nível que Hillary manteve já em duas ocasiões com o chanceler Patriota, e que surgiu após a visita que Obama fez ao Brasil em março de 2011.

Hillary participará em 17 de abril na cúpula da Sociedade de Governo Aberto (OGP, na sigla em inglês) em Brasília, onde fará um discurso em companhia da presidente Dilma.

A OGP é uma iniciativa multilateral que o Brasil e os Estados Unidos lançaram em setembro para combater a corrupção e favorecer a transparência nos Governos, e que conta atualmente com 52 países-membros.

Durante sua estadia no Brasil, Hillary se reunirá com funcionários do Governo e representantes do setor privado, detalhou o Departamento de Estado.

A última parada de sua viagem será Bruxelas, onde Hillary chegará em 18 de abril para reunir-se com seu colega belga, Didier Reynders, e com os ministros das Relações Exteriores e de Defesa dos membros da Otan.

Essa reunião em Bruxelas servirá para discutir os preparativos da próxima cúpula da Otan, que ocorrerá em Chicago (EUA) nos dias 20 e 21 de maio.

Os ministros "examinarão o estado da estratégia de transição da Otan no Afeganistão e as novas capacidades da aliança", entre outros assuntos, conforme o Departamento de Estado.

O secretário de Defesa dos EUA, Leon Panetta, também participará dessa reunião.

EFE   
Publicidade