0

Furacão Sandy causa prejuízos de até US$ 50 bilhões nos EUA

1 nov 2012
12h12
atualizado às 15h20

Os danos provocados pela tempestade Sandy, que afetou a costa leste dos Estados Unidos na segunda-feira e terça-feira, podem alcançar US$ 50 bilhões (R$ 101,5 bilhões), afirmou a Eqecat, empresa dedicada a fazer estimativas de danos. A firma calcula o dano econômico total entre US$ 30 bilhões e US$ 50 bilhões, e os danos que tinham seguro entre US$ 10 bilhões e US$ 20 bilhões, o dobro do previsto anteriormente.

Homem observa os estragos causados pelo furacão Sandy em Atlantic City, no Estado de Nova Jersey, nos EUA
Homem observa os estragos causados pelo furacão Sandy em Atlantic City, no Estado de Nova Jersey, nos EUA
Foto: AP

O essencial sobre a passagem de Sandy pelos EUA
Confira 12 fatos sobre a passagem do furacão Sandy pelos EUA
31/10Obama promete ajuda 'a longo prazo' para vítimas de Sandy
30/10 Sandy deixa rastro de destruição, mortes e escuridão nos EUA
29/10 Obama convoca reunião de crise: "prioridade é salvar vidas"
28/10 EUA: Sandy afetará 50 milhões

.

Bloomberg: vamos nos sair bem
27/10

Sandy recupera força de furacão e ameaça os Estados Unidos

Confira o material especial
Confira a trajetória do Sandy, dia a dia
Veja fotos da passagem do Sandy pelos EUA e da evolução do furacão
Também confira NY às escuras e repórteres enfrentando o fenômeno
Você sabe como é escolhido o nome de um furacão?
Saiba quais foram os furacões mais devastadores desde 2000

A empresa revisou as estimativas de danos provocados pela tempestade, que atingiu com muita força Nova Jersey na segunda-feira, em consequência das grandes perdas energéticas e de outros serviços, que foram muito maiores do que acontece geralmente em furacões de categoria um. A Eqecat cita o fechamento prolongado das linhas de metrô e dos túneis rodoviários na área de Nova York e Nova Jersey pelas inundações e menciona danos ainda desconhecidos.

Outra empresa fez precisão semelhante. "Os dois principais fatores responsáveis por estes enormes custos são a paralisia da atividade econômica e os danos causados em propriedades com e sem seguro", informou nesta quinta-feira a companhia de avaliação de danos IHS Global Insight em comunicado.

Segundo estes cálculos, o custo econômico de "Sandy" superaria o do furacão "Irene", que no ano passado também afetou a costa leste americana e teve um impacto econômico de US$ 10 bilhões a US$ 15 bilhões.

Sandy provocou mais de 80 mortes na passagem pela costa leste dos Estados Unidos. O fenômeno era considerado furacão de categoria um na escala Saffir-Simpson, que vai até cinco. Quanto tocou a terra, foi rebaixado a tempestade extratropical.

Com informações das agências AFP e EFE

Fonte: Terra
publicidade