3 eventos ao vivo

Furacão Sandy causa prejuízos de até US$ 50 bilhões nos EUA

1 nov 2012
12h12
atualizado em 4/8/2020 às 09h04
  • separator

Os danos provocados pela tempestade Sandy, que afetou a costa leste dos Estados Unidos na segunda-feira e terça-feira, podem alcançar US$ 50 bilhões (R$ 101,5 bilhões), afirmou a Eqecat, empresa dedicada a fazer estimativas de danos. A firma calcula o dano econômico total entre US$ 30 bilhões e US$ 50 bilhões, e os danos que tinham seguro entre US$ 10 bilhões e US$ 20 bilhões, o dobro do previsto anteriormente.

A empresa revisou as estimativas de danos provocados pela tempestade, que atingiu com muita força Nova Jersey na segunda-feira, em consequência das grandes perdas energéticas e de outros serviços, que foram muito maiores do que acontece geralmente em furacões de categoria um. A Eqecat cita o fechamento prolongado das linhas de metrô e dos túneis rodoviários na área de Nova York e Nova Jersey pelas inundações e menciona danos ainda desconhecidos.

Outra empresa fez precisão semelhante. "Os dois principais fatores responsáveis por estes enormes custos são a paralisia da atividade econômica e os danos causados em propriedades com e sem seguro", informou nesta quinta-feira a companhia de avaliação de danos IHS Global Insight em comunicado.

Segundo estes cálculos, o custo econômico de "Sandy" superaria o do furacão "Irene", que no ano passado também afetou a costa leste americana e teve um impacto econômico de US$ 10 bilhões a US$ 15 bilhões.

Sandy provocou mais de 80 mortes na passagem pela costa leste dos Estados Unidos. O fenômeno era considerado furacão de categoria um na escala Saffir-Simpson, que vai até cinco. Quanto tocou a terra, foi rebaixado a tempestade extratropical.

Com informações das agências AFP e EFE

Veja também:

'Sou acusada de sequestrar meu próprio filho branco adotado'
Fonte: Terra
publicidade