1 evento ao vivo

EUA: mulher mais gorda do mundo perde 44 kg fazendo sexo

12 jul 2012
12h12
atualizado às 14h10
  • separator
  • comentários

A americana Pauline Potter, que entrou para o Livro dos Recordes por ser a mulher mais pesada do mundo no ano passado, disse que perdeu 44 kg de seus 292 kg fazendo sexo pelo menos sete vezes por dia. Pauline, que voltou com o ex-marido, Alex, disse à revista britânica Closer que sua vida sexual reacendeu e ajudou na perda de peso. "Eu não consigo me mexer muito na cama, mas eu queimo 500 calorias por sessão - apenas se balançar é um grande exercício", afirmou a mulher.

Pauline Potter tinha 292 kg quando entrou para o Livro dos Recordes, em 2012, mas perdeu 44 kg fazendo sexo
Pauline Potter tinha 292 kg quando entrou para o Livro dos Recordes, em 2012, mas perdeu 44 kg fazendo sexo
Foto: Huffington Post / Reprodução

Pauline, que antes consumia 10 mil calorias por dia, quer perder mais 7 kg e chegar aos 241 kg com as maratonas de sexo. "Nós adoramos as preliminares e massagens, e como em qualquer relação sexual, eu dou prazer a Alex, também", disse ela. "Minha cama é reforçada e, embora eu não possa comprar lingerie sensual, eu dobro um bonito lençol sobre mim", afirmou.

Após se conhecerem pela internet em 2002, Pauline e Alex se casaram em 2005, mas se separaram três anos depois porque ela não se entendeu com o filho de Alex. Após o rompimento, a americana passou a engordar - ela começou a consumir grandes quantidades de alimentos com muitas calorias. Com todo o sobrepeso, Pauline ficou depressiva.

Ela contatou o Guinness, o Livro dos Recordes, com a esperança de que vencer o concurso de "mulher mais pesada do mundo" a envergonharia o bastante para fazê-la emagrecer. Quando Alex soube da "fama" de Pauline, ele resolveu visitá-la e os dois se apaixonaram novamente. "No primeiro dia após reatarmos, nós fizemos sexo seis vezes em 24 horas", disse o homem ao The Sun .

"Mesmo que uma das pernas de Pauline pese mais do que eu, nós conseguimos posicionar o corpo dela para fazer sexo confortável para nós dois", afirmou Alex, que tem 63 kg. "Fazer sexo é muito perigoso para a gente porque a qualquer momento a cama pode quebrar e um ou os dois pode ficar seriamente ferido ou até morrer pelo impacto", disse ele.

Com informações do Huffington Post.

Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade