3 eventos ao vivo

EUA: Ben Carson entra na disputa pela indicação republicana

Carly Fiorina, ex-conselheira delegada da Hewlett-Packard, também oficializou nesta segunda-feira (4) sua pré-candidatura

4 mai 2015
14h26
atualizado às 17h15
  • separator
  • 0
  • comentários

Ben Carson, afro-americano e neurocirurgião aposentado, anunciou nesta segunda-feira (4) em discurso em Detroit sua entrada na disputa pela indicação republicana para as eleições presidenciais de 2016 nos Estados Unidos.

Neurocirurgião conhecido internacionalmente, Ben Carson anunciou sua entrada na disputa pela indicação republicana
Neurocirurgião conhecido internacionalmente, Ben Carson anunciou sua entrada na disputa pela indicação republicana
Foto: Rebecca Cook / Reuters

"Sou Ben Carson e sou candidato a presidente dos Estados Unidos", anunciou entre aplausos e acompanhado de sua mulher em Detroit, sua cidade natal.

Adventista de 63 anos, Carson é um neurocirurgião reconhecido internacionalmente que se aposentou em 2013. Em 2008 recebeu do então presidente, George W. Bush, a Medalha da Liberdade, o maior honra civil do país.

Siga o Terra Notícias no Twitter 

Em seu discurso, Carson sustentou que hoje em dia muitos americanos têm "medo de defender o que pensam" e que é momento de pôr fim a essa realidade e de pensar no que os fundadores do país fizeram "para poder ser livres".

Carson é o primeiro pré-candidato negro na lista de candidatos à indicação republicana. Ele foi muito crítico com a reforma de saúde promovida pelo atual presidente dos EUA, Barack Obama, e chegou a dizer em 2013 que foi o pior que aconteceu ao país desde a escravidão.

Carly Fiorina, ex-conselheira delegada da Hewlett-Packard, também oficializou sua entrada na disputa conservadora nesta segunda.

Carly Fiorina também entrou na disputa nesta segunda (4) e é a primeira mulher a buscar indicação republicana
Carly Fiorina também entrou na disputa nesta segunda (4) e é a primeira mulher a buscar indicação republicana
Foto: Brian Snyder / Reuters

Fiorina, de 60 anos, é a primeira mulher que busca a indicação republicana e, em entrevista à rede de televisão "ABC", enfatizou que ela é "a melhor pessoa" para ocupar a presidência dos EUA porque entende "como funciona a economia".

Para esta terça-feira é esperado o anúncio do ex-governador de Arkansas, Mike Huckabee, que também busca a indicação republicana. Ele deve apresentar sua candidatura em um evento na cidade de Hope.

Os especialistas não dão muitas chances de vitória para Fiorina, Carson e Huckabee, que concorrerão para ser o candidato republicano à Casa Branca com outros três que já estão em campanha: os senadores Rand Paul, Ted Cruz e Marco Rubio.

O ex-governador da Flórida, Jeb Bush, ainda não anunciou formalmente sua candidatura, apesar de estar em campanha há meses, e a entrada do governador de Wisconsin, Scott Walker, também é esperada.

Pelo lado democrata a lista é mais reduzida, com só dois pré-candidatos por enquanto: a ex-secretária de Estado Hillary Clinton, na liderança de todas as pesquisas, e o senador independente Bernie Sanders, que se define como socialista.

Hillary Clinton anuncia candidatura para as eleições de 2016

 

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade