0

E-mails secretos dão detalhes sobre sepultamento de Bin Laden

22 nov 2012
01h34
atualizado às 06h25

E-mails internos trocados entre militares dos Estados Unidos, obtidos pela agência Associated Press por meio Lei de Liberdade de Informação, apontam que nenhum marinheiro assistiu ao sepultamento no mar de Osama bin Laden a partir do porta-aviões USS Carl Vinson, e que os tradicionais procedimentos islâmicos foram seguidos durante a cerimônia.

Trata-se da primeira divulgação pública sobre a morte do líder da rede Al-Qaeda. Os e-mails, que contêm várias trechos censurados, foram liberados nessa quarta-feira pelo Departamento de Defesa. Bin Laden foi morto no dia 1º de maio do ano passado, depois que membros do grupo de elite da Marinha americana invadiram o complexo onde o terrorista se encontrava, em Abbottabad, no Paquistão.

Um e-mail classificado como secreto, enviado no dia 2 de maio por um alto oficial da Marinha, rapidamente descreve como o corpo de Bin Laden foi lavado, enrolado em um lençol branco e colocado em um saco pesado. De acordo com outra mensagem, apenas um pequeno grupo da liderança do porta-aviões foi informado sobre o sepultamento.

"Foram cumpridos os procedimentos tradicionais para um funeral islâmico. O corpo foi lavado (ritual religioso), e então colocado em um lençol branco. O corpo foi colocado em um saco pesado. O oficial militar leu algumas observações religiosas, que foram traduzidas para o árabe por um falante nativo. Depois da leitura, o corpo foi colocado em uma tábua preparada, inclinada, e o corpo deslizou para o mar", diz um e-mail do dia 2 de maio do contra-almirante Charles Gaouette.

Fonte: Terra

compartilhe

publicidade