PUBLICIDADE

"Não tomei uma decisão", diz Obama sobre possível intervenção na Síria

28 ago 2013 19h19
| atualizado às 21h20
ver comentários
Publicidade
Não tomei uma decisão, diz Obama sobre ação contra Síria:

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou que ainda não tomou uma decisão sobre uma eventual intervenção na Síria. A declaração foi dada em uma entrevista à PBS NewsHour transmitida na noite desta quarta-feira na rede americana CNN. Nela, Obama endossou que os Estados Unidos concluíram que o regime do presidente Bashar al-Assad é responsável pelo uso de armas químicas no país árabe e que o uso deste tipo de armamento afeta os interesses americanos.

A negação de Obama chega num momento de grande especulação sobre uma ação internacional na Síria, país devastado por uma guerra civil que já consumiu mais de 100 mil vidas desde março de 2011. A hipótese da intervenção, até agora uma variável improvável, ganhou concretude depois que os Estados Unidos anunciaram, por meio do secretário John Kerry, que as forças de Assad são responsáveis pelo uso de armas químicas. Na última quarta, um suposto ataque deste armamento deixou pelo menos 300 mortos, segundo indicaram diferentes fontes.

Desde então, amontoam-se boatos e especulação sobre uma intervenção para conter a violência na Síria. Obama e Kerry afirmaram que o interesse americano não contempla "mudança de regime", mas sim a interrupção do uso desumano de armas proibidas pela ONU. Legalmente, a intervenção ainda é uma realidade distante devido ao impasse com Russos e Chineses no Conselho de Segurança, mas Reino Unido e França já deram indícios de que poderia optar por uma intervenção sem os auspícios das Nações Unidas.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade