2 eventos ao vivo

Especialista diz que foto que venceu World Press Photo é montagem

Renomado especialista em análise de imagens acusa fotógrafo de usar outras imagens para montar a foto; organização do concurso admire retoques, mas nega montagem

14 mai 2013
20h45
atualizado às 21h45
  • separator
  • comentários

A foto vencedora de um dos mais importantes prêmios de fotografia, o World Press Photo, foi montada a partir de três imagens distintas, segundo um especialista. Análises revelaram que o arquivo enviado pelo fotógrafo Paul Hansen revelam que a foto foi tirada às 9h39 (GMT+1) do dia 20 de fevereiro e, depois, foi composta com outras duas imagens no dia 4 de janeiro de 2013. No entanto, a organização do concurso diz que a análise é falha e que a imagem foi tratada, mas não montada.

<p>O sueco Paul Hansen ganhou o prêmio de melhor foto do ano com imagem do funeral de Suhaib Hijazi, 2 anos, e seu irmão Muhammad, 3 anos, em Gaza</p>
O sueco Paul Hansen ganhou o prêmio de melhor foto do ano com imagem do funeral de Suhaib Hijazi, 2 anos, e seu irmão Muhammad, 3 anos, em Gaza
Foto: AP

"Não consigo dizer qual é a imagem ou imagens originais, mas posso dizer que esta fotografia não é original", escreve no blog Hacker Factor o especialista em análise de imagens Neal Krawertz. "Aparenta ter sido modificada especialmente para este concurso", afirma. Outros especialistas também colocam em dúvida a imagem de Paul Hansen.

"A foto de Hansen é uma montagem. O World Press Photo deste ano não foi dado a uma fotografia, mas a uma montagem digital que foi significativamente retrabalhada", afirma Krawertz.

Na noite desta terça-feira a organização do concurso divulgou em seu site oficial que foram feitas análises na imagem e a conclusão é que a foto sofreu alterações na cor e no tom, mas não foi manipulada. "É claro que o foto publicada foi retocada (...) no entanto, não encontramos indícios de manipulação significativa ou montagem. Além disso, a análise que denunciou a suposta manipulação é falha", diz a nota.

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade