Eleições nos EUA

› Notícias › Mundo › Eleições nos EUA

Eleições nos EUA

Quarta, 12 de novembro de 2008, 08h10 Atualizada às 08h31

"Acordo a cada duas horas e choro", brinca McCain

Na primeira entrevista concedida após a derrota nas eleições dos EUA, o ex-candidato republicano John McCain disse que se orgulha de Sarah Palin e tentou fazer uma brincadeira com o seu fracasso nas urnas. "Estou dormindo como um bebê. Durmo duas horas, acordo e choro", disse o senador por Arizona durante o programa Tonight Show, da rede NBC.

» Palin: perda de latinos levou à derrota

McCain também lembrou que vários políticos do seu Estado antes dele também perderam a corrida à Casa Branca. "Arizona talvez seja o único Estado do país onde as mães não falam para seus filhos que um dia eles podem ser presidente dos Estados Unidos", disse. Para o jornal britânico The Times, o ex-candidato parecia "profundamente desespero".

Para o jornal americano Washington Post, no entanto, McCain apenas fez uma piada com sua situação. Sobre a campanha, ao ser perguntado sobre a estratégia utilizada nos anúncios de TV, McCain ficou mais sério. "Eu penso que vivemos tempos difíceis, e campanhas são difíceis. Eu não acho que as pessoas queiram alguém cômico", afirmou o ex-candidato.

Sobre a ex-candidata à vice-presidência Sarah Palin, o senador disse esperar que ela "desempenhe um grande papel no futuro do país". "Estou muito orgulhoso e muito agradecido por ela ter sido minha companheira de chapa. Ela inspirou as pessoas, e continua inspirando", afirmou. "Eu não poderia ter sido mais feliz com Sarah Palin", completou McCain.

Redação Terra

Busque outras notícias no Terra