Eleições nos EUA

› Notícias › Mundo › Eleições nos EUA

Eleições nos EUA

Terça, 11 de novembro de 2008, 21h08 Atualizada às 23h09

Obama diz a Lula que Brasil é líder mundial

Laryssa Borges
Direto de Brasília

O presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, telefonou para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Durante a conversa, ele defendeu o papel do Brasil como "líder mundial" e importante ator no combate à crise financeira mundial.

» Entenda a crise do crédito

Na ligação de 15 minutos, Obama demonstrou conhecer assuntos do País. Ele citou programas de transferência de renda, os projetos de energia renovável e as políticas para um crescimento econômico sustentável.

O futuro presidente norte-americano destacou que a situação das seguradoras e operadoras de crédito não deve ser tratada apenas no âmbito do G-8. Ele quer que os países emergentes participem das discussões sobre o cenário mundial pós-crise econômica.

Obama observou que não estará na reunião do G-20 convocada pelo presidente George W. Bush para este sábado, mas garantiu que, depois de sua posse, deve visitar o Brasil e conversar pessoalmente com Lula.

Durante o telefonema, Obama ainda lembrou que foi aluno do atual ministro extraordinário de Planejamento Estratégico, Roberto Mangabeira Unger, então professor da Universidade de Harvard.

Lula disse que deseja manter com Obama a mesma relação que tem com o atual governante republicano dos EUA. O presidente brasileiro defendeu que os países estreitem o diálogo em torno de questões sobre a América Latina e uma reforma no Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Redação Terra

Busque outras notícias no Terra