0

Síria: parte de mesquita do século VIII é destruída em Aleppo

25 abr 2013
05h13
atualizado às 05h19
  • separator
  • 0
  • comentários

O minarete da Grande Mesquita de Aleppo, construída no norte da Síria no século VIII, foi destruído durante os choques entre as forças do regime e os insurgentes, informaram grupos opositores nesta quinta-feira.

A Coalizão Nacional Síria (CNFROS) assinalou que a artilharia do regime de Damasco bombardeou o templo, causando o desabamento do minarete, no que qualificou como "um ataque proposital".

O Conselho Local de Aleppo confirmou essa informação e assinalou que as forças do presidente Bashar al-Assad têm como alvo o patrimônio histórico da cidade.

Em comunicado, os Comitês de Coordenação Local lamentaram a destruição do minarete da mesquita, "considerada uma das mais conhecidas no mundo islâmico".

Aleppo, a segunda maior cidade da Síria, é uma das localidades mais castigadas pelos enfrentamentos entre os efetivos governamentais e os rebeldes. Em setembro, o seu mercado foi destruído por bombardeios durante conflitos. A Unesco condenou essa ação e recordou às duas partes que a Síria deve cuidar do seu patrimônio histórico.

A cidade antiga de Aleppo entrou em 1986 para a lista do Patrimônio Mundial da Unesco em reconhecimento por "seus raros e autênticos estilos arquitetônicos árabes" e por ser testemunha "do desenvolvimento cultural, social e tecnológico desde o período dos mamelucos".

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade