2 eventos ao vivo

Saleh viaja aos EUA para fazer tratamento médico

23 jan 2012
07h00
atualizado às 08h02

O presidente iemenita Ali Abdullah Saleh viajou nesta segunda-feira aos Estados Unidos para se submeter a um tratamento médico, um dia depois de um discurso no qual pediu perdão aos seus compatriotas.

"O presidente Saleh viajou aos Estados Unidos para continuar seu tratamento, depois da agressão criminal" contra o palácio presidencial em junho passado, anunciou a agência oficial iemenita Saba.

Saleh "permanecerá (nos Estados Unidos) por um tempo limitado que corresponde ao que este tratamento necessita", explicou o departamento de Estado americano.

Em um discurso de adeus antes de partir, Saleh pediu "perdão" aos seus compatriotas por todos os erros cometidos desde que assumiu o poder, há 33 anos.

Acusado de corrupção e nepotismo, Saleh, 69 anos, aceitou ceder o poder em virtude de um acordo sobre a transição política concluído em 23 de novembro em Riad em troca da imunidade para ele e sua família. Saleh permanecerá, de qualquer forma, como presidente honorário até 21 de fevereiro, data da eleição presidencial, segundo o acordo de Riad.

Saleh se feriu gravemente em um atentado contra seu palácio e ficou hospitalizado durante três meses na Arábia Saudita.

Saleh deixou o poder após a revolta popular contra o seu governo
Saleh deixou o poder após a revolta popular contra o seu governo
Foto: Getty Images
AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 

compartilhe

publicidade
publicidade