PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Oriente Médio

ONU: massacre em cidade síria deixou 108 mortos e 300 feridos

27 mai 2012 - 16h26
(atualizado às 17h40)
Compartilhar

O massacre em Hula deixou 108 mortos, anunciou neste domingo o chefe dos observadores das Nações Unidas na Síria, general Robert Mood, ao Conselho de Segurança da ONU. A ação militar deixou ainda 300 pessoas feridas, disse o general Mood ao Conselho de Segurança. Anteriormente, a

Corpos de mortos no massacre de Hula são vistos perfilados em foto tirada por civil sírio
Corpos de mortos no massacre de Hula são vistos perfilados em foto tirada por civil sírio
Foto: Shaam News Network / AP
AFP

havia informado que o número seria de 116 mortos.

Crise na Síria: origens, capítulos, impasses e destinos

Luta por liberdade revoluciona norte africano e península arábica

Autoridades sírias negaram a autoria da matança, que deixou a comunidade internacional indignada e levou à convocação de uma reunião do Conselho de Segurança. No sábado, os observadores da ONU trabalhavam com o número de 92 mortes, sendo 32 das vítimas crianças. Ainda não há informação se há mais crianças entre as vítimas descobertas neste domingo.

Mood informou que as mortes foram provocadas por estilhaços e tiros a queima-roupa, segundo diplomatas. O general, que dirige a missão das Nações Unidas na Síria com base no plano de paz do enviado internacional Kofi Annan, advertiu para a possibilidade da deflagração de uma "guerra civil" após o incidente em Hula, situada no centro da província de Homs.

Mood fez um apelo no sábado para que o governo sírio abandone o uso de artilharia pesada e que ambas as partes suspendam a violência, em qualquer forma.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
Compartilhar
Publicidade