6 eventos ao vivo

Irã defende trégua completa dos rebeldes sírios durante Ramadã

16 jul 2013
10h46
atualizado às 10h48
  • separator
  • 0
  • comentários

O governo do Irã se declarou favorável a uma trégua completa dos rebeldes sírios durante o Ramadã, depois que a coalizão de oposição pediu um cessar-fogo durante o mês de jejum muçulmano na cidade de Homs.

"Aconselhamos (os rebeldes) que instaurem uma trégua completa, que guardem suas armas e iniciem negociações com o governo sírio", afirmou o porta-voz da diplomacia iraniana, Abas Araghchi. "Não há solução militar e o único caminho é o diálogo nacional entre o governo e a verdadeira oposição", completou o porta-voz, que disse existir uma diferença "entre os verdadeiros rebeldes e os grupos terroristas".

O Irã, aliado do presidente sírio Bashar al-Assad desde o início da revolta popular na Síria, em março de 2011, acusa alguns países ocidentais e árabes de financiar e armar alguns grupos rebeldes chamados de "terroristas" pelo regime.

A coalizão da oposição síria pediu na semana passada à comunidade internacional que pressione o regime e seus aliados para que aceitem uma trégua durante o Ramadã - iniciado em 10 de julho - em Homs (centro), alvo de uma ofensiva do regime.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade