0

Autoridades egípcias detêm prêmio Nobel da paz ElBaradei

28 jan 2011
10h13
atualizado às 20h15

As autoridades egípcias detêm o dirigente da oposição egípcia e prêmio nobel da paz Mohamed ElBaradei. Segundo a rede de televisão Al-Jazeera, ElBaradei estava nesta sexta-feira em uma mesquita do bairro de Giza, e, ao tentar deixar o local, foi impedido pela polícia, que também proibiu a saída do dirigente da oposição Ossama Ghazali.

O líder oposicionista egípico ElBaradei participa de manifestação após oração coletiva, no Cairo
O líder oposicionista egípico ElBaradei participa de manifestação após oração coletiva, no Cairo
Foto: AFP

A atuação ElBaradei, que estava no exterior e retornou na última quinta-feira (27) ao Egito, é mais um capítulo na onda de protestos dos egípcios contra o presidente Hosni Mubarak, que lidera o país desde 1981. Centenas de pessoas já foram presas, em protestos inspirados pela recente deposição do presidente tunisiano Ben Ali.

Na última madrugada, ao menos 20 membros do grupo oposicionista Irmandade Muçulmana foram presos. Em outra ação das autoridades para tentar conter a onda contestatória, os serviços de internet e telefonia - canais pelos quais a oposição vêm organizando os protestos - foram impedidos de funcionar normalmente.



EFE   
publicidade