1 evento ao vivo

Combates entre Exército do Sudão do Sul e rebeldes deixam 24 feridos

20 mai 2013
15h34
atualizado às 16h34

Pelo menos 24 combatentes morreram e dezenas ficaram feridos em enfrentamentos entre as tropas do Sudão do Sul e um grupo rebelde pelo controle de uma cidade no estado de Jonglei, informou nesta segunda-feira o Exército do país.

O porta-voz das Forças Armadas, Philip Aguer, explicou que os mortos nos combates registrados ontem nesta região fronteiriça com a Etiópia são 20 rebeldes e quatro soldados.

Em declarações divulgadas pela televisão estatal do Sudão do Sul, Aguer disse que o Exército recuperou a cidade de Boma, controlada pelos rebeldes desde 8 de maio, após os enfrentamentos.

O grupo insurgente que capturou a cidade é chamado de Movimento Democrático do Sudão do Sul, dirigido por David Yau Yau, da tribo Murle, que luta contra o regime do partido único do govenante Movimento Popular para a Libertação do Sudão (MPLS).

Aguer acrescentou que suas forças encontraram produtos alimentícios fabricados na Eritréia entre os pertecens dos rebeldes, mas negou que por enquanto tenham provas de que este país apoia os insurgentes.

O chefe do Estado-Maior do Sudão do Sul, James Foice, acusou anteriormente Catrum de apoiar Yau Yau para desestabilizar o país e criar obstáculos para seus planos de construir um oleoduto entre Jonglei e Etiópia.

EFE   
publicidade