2 eventos ao vivo

Tufão Sulik deixa três mortos e meio milhão de desabrigados na China

Mortes ocorreram na província de Guangdong, onde em apenas 20 horas caíram 250 milímetros de chuva

14 jul 2013
17h34
atualizado às 18h01
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Três pessoas morreram e 500 mil foram evacuadas no leste da China com a chegada do tufão Sulik, que provocou neste domingo chuvas torrenciais, embora menos intensas do que as registradas nos dias anteriores.

Segundo a agência estatal de imprensa Xinhua, as mortes ocorreram na província de Guangdong, onde em apenas 20 horas caíram 250 milímetros de chuva. O tufão Sulik atingiu a província costeira chinesa de Fujian com ventos de cerca de 120 quilômetros por hora, mas perdeu força e passou a depressão tropical, segundo a agência meteorológica chinesa.

Ao menos 500 mil pessoas foram evacuadas em Fujian e na província vizinha de Zhejiang, e 5.500 soldados foram mobilizados. De acordo com a agência de notícias oficial Xinhua, cerca de 31 mil navios atracaram nos portos da região.

No porto de Xiamen, caíram 240 milímetros de chuvas entre sábado e domingo. Os rios da região transbordaram e ondas de até 10 metros de altura atingiram os diques da cidade de Ningde.

Sulik deixou dois mortos, um desaparecido e 104 feridos em sua passagem por Taiwan. Cerca de 900 milímetros de água inundaram a aldeia de Bailan (norte de Taiwan) em 48 horas e ventos de 220 quilômetros por hora carregaram árvores e telhados.

Em agosto de 2009, o tufão Morakot, o pior na história do Taiwan, deixou 600 vítimas, a maioria vítima de grandes deslizamentos de terra na região sul do país.

Veja também:

Líbano: estúdio de pilates fica 100% destruído após explosão
AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade