0

Terremoto na Indonésia mata 11 e deixa 50 feridos

2 jul 2013
05h20
atualizado às 15h05
  • separator
  • 0
  • comentários

Pelo menos onze pessoas morreram e cerca de 50 ficaram feridas nesta terça-feira em um terremoto de 6,1 graus de magnitude em Aceh, província do noroeste da Indonésia, indicaram fontes do governo e médicas.

Funcionários de empresa em Medan aguardam do lado de for a de edifício após o terremoto
Funcionários de empresa em Medan aguardam do lado de for a de edifício após o terremoto
Foto: AFP

O terremoto provocou o desabamento de uma mesquita, causando a morte de seis crianças, enquanto outras 14 ficaram presas entre os escombros, disse à AFP Subhan Sahara, chefe da agência de gestão de desastres do distrito central de Aceh.

A mesma agência havia indicado anteriormente a morte de pelo menos cinco pessoas.

O tremor aconteceu pouco depois das 16h30 (04h30 de Brasília) e teve epicentro 55 km ao sul da cidade de Bireuen, a 10 km de profundidade, segundo o Centro Geológico dos Estados Unidos (USGS).

As equipes de resgate estão tentando retirar outras 14 crianças que ficaram presas entre os escombros, acrescentou. "Espero encontrá-las vivas, mas as chances são mínimas", acrescentou. O tremor aconteceu quando as crianças participavam de uma aula de leitura do Alcorão.

"Recebemos 50 pessoas feridas em consequência do desabamento de imóveis", afirmou Ema Suryani, médica em uma clínica de Lampahan, no norte da província. "As pessoas apresentam ferimentos e fraturas", explicou.

Na cidade de Banda Aceh, a capital provincial, os edifícios tremeram durante um minuto.

A Indonésia fica no "anel de fogo" do Pacífico, uma área de colisões entre placas tectônicas que provocam terremotos ou erupções vulcânicas.

Em 2004, um terremoto de grande magnitude seguido por um tsunami provocou a morte de 170 mil pessoas na província de Aceh, situada no extremo norte da ilha de Sumatra, e deixou dezenas de milhares de vítimas em todo o Oceano Índico.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade