0

Taiwan: sobe para 31 o número de mortos em queda de avião

Segundo testemunhas, aeronave bateu em viaduto ao perder altitude e caiu dentro do rio

4 fev 2015
05h17
atualizado às 19h38
  • separator
  • comentários

Um avião da TransAsia Airways com 58 passageiros e tripulantes caiu em um rio pouco após a decolagem de um aeroporto no centro de Taipé nesta quarta-feira, matando 31 pessoas, ferindo 15 e deixando 12 desaparecidos, relataram autoridades.

Motoristas registraram a passagem do avião pelo viaduto momentos antes da queda
Motoristas registraram a passagem do avião pelo viaduto momentos antes da queda
Foto: Reprodução

A aeronave caiu depois de balançar entre edifícios, raspar em um táxi e uma passarela com sua asa esquerda e cair de barriga para baixo nas águas rasas.

Imagens dramáticas feitas por um motorista e publicadas no Twitter mostram o avião ATR 72-600 virando rumo à avenida pouco depois de decolar com tempo aparentemente claro em um voo doméstico para a ilha de Kinmen.

“Nunca vi nada assim”, disse um socorrista voluntário de sobrenome Chen sobre o mais recente de uma série de desastres aéreos na Ásia nos últimos 12 meses.

Um avião da AirAsia com destino a Cingapura caiu pouco após a decolagem da cidade indonésia de Surabaya em 28 de dezembro, matando todas as 162 pessoas a bordo. Também no ano passado, um voo da Malaysia Airlines desapareceu e uma aeronave da mesma companhia foi abatida sobre a Ucrânia, uma perda total de 537 vidas.

Imagens de televisão exibiram sobreviventes usando coletes salva-vidas e nadando para longe dos destroços. Outros, incluindo uma criança pequena, foram levados às margens em botes infláveis.

Socorristas oficiais cercaram a fuselagem parcialmente submersa e reclinada do voo GE235 no rio, tentando ajudar os que ainda estavam a bordo.

O avião passou a poucos metros de edifícios residenciais, embora não esteja claro se tratou de sorte ou se o piloto procurava o rio. Filmagens mostraram um furgão freando na passarela depois de quase atingir a asa da aeronave, e pequenos pedaços do avião espalhados ao longo da avenida.

O executivo-chefe da TransAsia, Peter Chen, se curvou profundamente durante uma coletiva de imprensa televisionada, pedindo desculpas a passageiros e tripulantes. As ações da TransAsia terminaram o pregão com uma queda de 6,9 por cento, sua maior desvalorização na bolsa desde o final de 2011.

O primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, disse que seu governo ofereceu a Taiwan toda e qualquer ajuda necessária após o acidente.

A última comunicação de um dos pilotos foi "mayday, mayday (termo padrão de socorro), motor parado”, de acordo com uma gravação do controle de tráfego aéreo disponível no site liveatc.net.

O chefe da autoridade da aviação civil de Taiwan, Lin Tyh-ming, afirmou que o avião passou por uma manutenção pela última vez em 26 de janeiro. O piloto tinha 4.916 horas de voo, e o co-piloto, 6.922 horas, disse.

 

O que a aviação aprende com os acidentes aéreos O que a aviação aprende com os acidentes aéreos

 

 

 

 

Equipes de resgate tentam salvar passageiros e tripulantes presos nas ferragens
Equipes de resgate tentam salvar passageiros e tripulantes presos nas ferragens
Foto: AP

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade