0

Protesto contra o governo tailandês reúne centenas em Bangcoc

4 ago 2013
14h07
atualizado às 14h20
  • separator
  • 0
  • comentários

Centenas de pessoas, mil segundo a Polícia, em grande parte monarquistas, protestaram neste domingo em Bangcoc contra o governo, principalmente, contra uma lei de anistia que o parlamento deve discutir na próxima quarta-feira.

A manifestação preocupa a primeira-ministra tailandesa, Yingluck Shinawatra, que expressou seu temor de que a situação ficasse fora de controle na capital, cenário nos últimos anos de inúmeras manifestações que terminaram em violência violentos.

O 'Exército do Povo', que reúne diferentes grupos ultra-monarquistas, convocou a manifestação deste domingo contra a lei de anistia, apresentada pelo partido que está no poder, cuja aprovação parlamentar está prevista para quarta-feira.

Essa lei prevê a anistia de militantes políticos envolvidos em episódios de violência ocorridos na Tailândia do golpe de Estado contra o ex-primeiro ministro Thaksin Shinawatra, de setembro de 2006, até maio de 2012.

Os manifestantes, que agitavam bandeiras do país e bandeiras amarelas da monarquia, temem que a lei permita o retorno de Thaksin, seu inimigo político atualmente exilado para escapar da condenação a dois anos de prisão por desvio de verbas.

"É o momento para que o povo tailandês, que ama este país, se una e se transforme num exército do povo que acabará com o regime de Thaksin", declarou um dos líderes do 'Exército do Povo', o general aposentado Preecha Iamsuwan.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade