3 eventos ao vivo

Pequim critica dados da ONU sobre munições chinesas em Darfur

21 out 2010
07h24
atualizado às 07h30

A China qualificou de infundadas as informações da ONU sobre o suposto uso de munições de fabricação chinesa em Darfur contra os soldados responsáveis pela manutenção da paz.

"É inconveniente que a comissão referida emita em seu relatório anual acusações infundadas contra Estados membros com base em informações não confirmadas", declarou a porta-voz do ministério das Relações Exteriores, Ma Zhaoxu.

"Pedimos à comissão que seja objetiva e responsável", completou.

A China tenta vetar a publicação de um relatório das Nações Unidas que afirma que munição de fabricação chinesa foi utilizada em Darfur contra os soldados que integram a força de manutenção de paz, informou na quarta-feira uma fonte diplomática em Nova York.

A comissão de sanções do Conselho de Segurança da ONU se reuniu na quarta-feira para abordar o informe. A comissão supervisiona o embargo sobre armas imposto em Darfur, localidade do oeste do Sudão que é cenário de uma guerra civil desde 2003.

"A China aplicou as resoluções do Conselho de Segurança da ONU contra o Sudão de maneira séria e precisa", completou a porta-voz.

A China, um dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU, com direito a veto, mantém relações privilegiadas com o Sudão, principal destino dos investimentos chineses na África e terceiro parceiro comercial de Pequim no continente.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 

compartilhe

publicidade
publicidade