1 evento ao vivo

Paquistão: sobe para 28 nº de mortos em atentados contra mulheres

16 jun 2013
06h29
atualizado às 06h29
  • separator
  • 0
  • comentários

O número de mortos em um duplo atentado em uma universidade feminina e no hospital onde foram internados os feridos na cidade de Quetta, no sudoeste do Paquistão, aumentou para 28, informou a imprensa local.

O ministro do Interior paquistanês, Chaudhry Nisar Ali Khan, afirmou que nos ataques de ontem morreram 14 estudantes, quatro soldados, o comissário adjunto da cidade de Quetta, quatro enfermeiras, um médico e quatro agressores, segundo o jornal The Express Tribune. Um grande número de pessoas ficaram feridas e um quinto insurgente foi detido.

No primeiro ataque uma bomba explodiu no interior de um ônibus que estava no estacionamento da Universidade Sardar Bahadur Khan de Mulheres. Na explosão morreram 14 universitárias e professoras, além de várias terem ficado feridas.

As feridas, algumas em estado crítico, foram levadas ao Complexo Médico Bolan, que foi atacado por homens que se entrincheiraram nele e onde morreram quatro enfermeiras, quatro soldados, o comissário adjunto e o médico. Um suicida explodiu as bombas que portava no interior do prédio.

Quetta é a capital da convulsa Baluchistão, onde vários grupos armados de corte nacionalista lutam há décadas para obter a independência da região do Paquistão ou uma maior soberania. 

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade