PUBLICIDADE

Ásia

Otan exige que Coreia do Norte abandone programa atômico

23 abr 2013 - 09h19
(atualizado às 09h52)
Compartilhar
Exibir comentários
O americano John Kerry (esq.) recebe envelope do chanceler russo, Sergei Lavrov, durante encontro da Otan, em Bruxelas
O americano John Kerry (esq.) recebe envelope do chanceler russo, Sergei Lavrov, durante encontro da Otan, em Bruxelas
Foto: Reuters

Os ministros das Relações Exteriores da Otan pediram nesta terça-feira que a Coreia do Norte interrompa suas provocações e exigiram que o regime cumpra com a resoluções da ONU, abandone o desenvolvimento de armas nucleares e aceite negociações internacionais.

"As ações provocadoras da Coreia do Norte violam diretamente as resoluções do Conselho de Segurança da ONU e minam seriamente a estabilidade regional, dificultam as perspectivas para uma paz duradoura na península de Coreia e ameaçam a paz e a segurança internacional", afirmaram em declaração escrita os ministros dos países aliados.

A Otan condenou além disso a continuidade dos programas de mísseis balísticos e nucleares norte-coreanos e a recente retórica "inflamatória e ameaçadora" de Pyongyang. "Urgimos à República Popular Democrática de Coreia que evite mais atos de provocação", disseram os ministros no texto, no qual pediram que o regime de Kim Jong-un "cumpra com suas obrigações de acordo com as resoluções do Conselho de Segurança" da ONU.

O documento também pediu a volta do país ao Tratado de Não-Proliferação Nuclear e o abandono de "todos programas de armas nucleares e mísseis balísticos de forma completa, verificável e irreversível", assim como a participação em conversas "reais" sobre desnuclearização.

Os ministros destacaram a resposta unânime que o Conselho de Segurança da ONU deu aos últimos testes nucleares realizados pelo regime e confirmaram seu "compromisso para uma paz duradoura e com o objetivo de uma desnuclearização verificável da península da Coreia".

A tensão na Coreia será um dos pontos que os ministros aliados tratarão hoje com o chanceler russo, Sergei Lavrov, com o qual também discutirão outros assuntos polêmicos entre a Otan e Moscou, como a guerra na Síria e o escudo antimísseis da Aliança Atlântica.

infográfico mísseis israelenses
infográfico mísseis israelenses
Foto: Reuters

<a data-cke-saved-href="http://noticias.terra.com.br/mundo/infograficos/tensao-na-coreia/iframe.htm" href="http://noticias.terra.com.br/mundo/infograficos/tensao-na-coreia/iframe.htm">veja o infográfico</a>
EFE   
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade