0

Operação contra autores de atentados na Indonésia deixa 5 mortos

11 ago 2013
03h04
atualizado às 03h12
  • separator
  • comentários

Pelo menos cinco membros do grupo muçulmano que realizou dois atentados à bomba esta semana na ilha de Mindanao, no sul das Filipinas, morreram na operação militar montada para capturá-los, informaram neste domingo fontes do Exército.

Fontes da sexta Divisão do Exército, citadas pelo meio filipino "Rappler", disseram que as vítimas morreram no sábado em um confronto contra cerca de 50 combatentes do grupo Guerreiros para a Libertação Islâmica do Bangsamoro.

Os Guerreiros para a Libertação Islâmica do Bangsamoro, nascido de uma cisão da Frente Moura de Libertação Islâmica (FMLI), reivindicaram a autoria do ataque à bomba na quinta-feira durante a passagem de um caminhão de transporte militar e que causou sete feridos, e de outra no mesmo dia que causou prejuízo a uma ponte, ambas na província de Maguindanao.

As autoridades filipinas acham que estas duas explosões e outras mais que aconteceram em Mindanao nos últimos dias fazem parte de um plano para minar as negociações com o FMLI e a assinatura da paz provavelmente este ano.

EFE   
  • separator
  • comentários
publicidade