0

Obama reitera apoio dos EUA ao Japão após terremoto

14 mar 2011
12h17
atualizado às 12h56

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, reiterou nesta segunda-feira a oferta de ajuda de seu país ao Japão, e disse que está "de coração partido" com as cenas de devastação após o terremoto de sexta-feira. "Estaremos ao lado do Japão nos dias difíceis que estão por vir", disse Obama.

As redes de televisão norte-americanas fizeram uma cobertura constante dos eventos no Japão e das dificuldades enfrentadas pelo povo japonês. "Eu continuo de coração partido pelas imagens de devastação no Japão", disse Obama no começo de um discurso sobre a educação. O presidente acrescentou que os Estados Unidos continuarão a oferecer qualquer assistência que puderem enquanto o Japão continua a se recuperar do desastre.

Terremoto e tsunami devastam Japão
Na sexta-feira, 11, o Japão foi devastado por um terremoto que, segundo o USGS, atingiu os 8,9 graus da escala Richter, gerando um tsunami que arrasou a costa nordeste nipônica. Fora os danos imediatos, o perigo atômico permanece o maior desafio. Diversos reatores foram afetados, e a situação é crítica em Fukushima, onde existe o temor de um desastre nuclear.

Juntos, o terremoto e o tsunami já deixaram mais de 1.800 mortos, e os prejuízos já passam dos US$ 170 bilhões. Em meio a constantes réplicas do terremoto, o Japão trabalha para garantir a segurança dos sobreviventes e, aos poucos, iniciar a reconstrução das áreas devastadas.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
publicidade