7 eventos ao vivo

Novo premiê japonês defende moeda única para a Ásia

4 set 2009
09h20
atualizado às 09h57
  • separator

O primeiro-ministro eleito do Japão, Yukio Hatoyama, defendeu a adoção de uma moeda única asiática como parte de um processo de integração regional e questionu a supremacia do dólar como divisa global.

Num artigo intitulado "Minha filosofia política", divulgado hoje pela agência local Kyodo News, Hatoyama, ganhador das eleições de domingo passado no Japão, escreveu que "a era da globalização liderada pelos Estados Unidos está chegando ao fim" e que o "mundo se dirige a uma fase de multipolaridade".

O político do Partido Democrático (PD) disse ainda que é preciso que os países da Ásia "queiram construir uma integração monetária regional" e que o Japão deve levar em conta a região em que fica localizado.

"O pacto de segurança entre Estados Unidos e Japão continuará sendo a base da política diplomática japonesa, mas não podemos esquecer nossa identidade como nação localizada na Ásia", escreveu o primeiro-ministro eleito.

Hatoyama, que ganhou as eleições gerais de 30 de agosto, afirmou ainda que a criação de uma comunidade no Leste da Ásia é "um objetivo nacional que emerge do conceito da fraternidade".

Veja também:

O menino cego de 9 anos que dá aula em escola destruída pela guerra no Iêmen
EFE   
publicidade