0

Naufrágio de balsa deixa ao menos 24 mortos nas Filipinas

16 ago 2013
21h46
atualizado em 17/8/2013 às 03h24
  • separator
  • comentários

Pelo menos 24 pessoas morreram e quase 300 estão desaparecidas depois do naufrágio de uma balsa que colidiu com um navio cargueiro na região central das Filipinas, segundo a guarda costeira.

Foram resgatadas 572 pessoas após o acidente de sexta-feira, disse a guarda costeira. "Seguimos buscando 274 pessoas", afirmou a uma rádio local o almirante Luis Tuason. "Ainda há muitos desaparecidos e suspeitamos que pode haver pessoas dentro do barco".

Tuason, chefe interino da guarda costeira, disse que no momento do acidente havia 870 pessoas na balsa, entre tripulantes e passageiros. Essa cifra está acima das 692 pessoas, como havia informado a empresa.

A balsa St. Thomas of Aquinas, com 40 anos de idade, afundou minutos depois de colidir com o cargueiro, a cerca de um quilômetro de Cebu, por volta de 21h de sexta-feira (10h em Brasília).

As autoridades filipinas indicaram que os trabalhos de resgate seguem intensos, enquanto grande parte dos passageiros segue em direção aos hospitais da região. Segundo investigações preliminares, a embarcação de passageiros que teria se chocado contra o cargueiro, que se dirigia à província de Davao e cujos 36 tripulantes não ficaram feridos.

O St Thomas Aquinas, que procedia de Surigao, no sul do arquipélago, seguia a Cebu para realizar uma escala antes de prosseguir até Manila.

Dezenas de pessoas morrem a cada ano em acidentes no mar nas Filipinas, a maioria em naufrágios causados pelo mau tempo, o descumprimento das normas de segurança, a falta de manutenção dos equipamentos e o excesso de peso das embarcações.

Com informações da agência EFE

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade