Ásia

publicidade
31 de outubro de 2012 • 06h35 • atualizado às 06h54

Mulher do ditador norte-coreano Kim Jong-un pode estar grávida

 

A especulação sobre uma possível gravidez de Ri Sol-ju, a esposa do líder norte-coreano, Kim Jong-un, ganhou força na imprensa sul-coreana depois que a primeira-dama reapareceu em público nesta semana após 50 dias fora de cena.

Uma foto publicada pelo periódico governista norte-coreano "Rodong Sinmun", na qual a mulher do ditador aparece com o rosto aparentemente inchado e um abrigo bege que poderia esconder o início da gravidez, foi a responsável por disparar as especulações.

Uma fonte governamental de Seul assegurou hoje a um dos principais diários sul-coreanos, o "Chosun Ilbo", que Ri Sol-Ju está aproximadamente no terceiro mês de gestação.

Na citada imagem, a esposa de Kim Jong-un "usa um abrigo longo, mas não pode disfarçar seu abdômen protuberante", indicou a fonte, que optou por manter o anonimato.

A tão comentada foto supostamente foi tirada no último domingo, durante um show da banda Morabong - grupo musical muito popular nos últimos meses na Coreia do Norte -, ao qual Ri compareceu com seu marido.

A prolongada ausência pública de Ri Sol-ju, que não aparecia na imprensa desde 8 de setembro, despertou especulações em torno de uma possível gravidez ou da desaprovação dos líderes do Exército norte-coreano quanto ao ativo papel público da esposa de Kim.

EFE EFE - Agencia EFE - Todos os direitos reservados. Está proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da Agencia EFE S/A.