0

Monges tibetanos ateiam fogo ao corpo para protestar contra a China

25 abr 2013
06h43
atualizado às 06h48
  • separator
  • 0
  • comentários

Dois monges tibetanos cometeram suicídio no sudoeste da China com atos de imolação com fogo para protestar contra o governo, informaram grupos de apoio à dissidência.

Lobsang Dawa e Konchog Woeser se imolaram na quarta-feira na localidade de Aba, no município de Sichuan, região que foi cenário de incidentes similares nos últimos anos, informaram a 'Radio Free Asia' (RFA), com sede nos Estados Unidos, e o grupo britânico Free Tibet.

"Todos os tibetanos que cometem atos imolação fazem isto porque acreditam que não têm outra forma de fazer com que a China e o mundo os escutem", disse a diretora da Free Tibet, Eleanor Byrne-Rosengren.

A RFA informou que os suicidas tinham 20 e 23 anos e que os corpos serão cremados nesta quinta-feira.

Mais de 110 tibetanos atearam fogo ao corpo desde 2009. A maioria morreu em consequência dos ferimentos.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade