0

Milhares de indianos comemoram o Dia Mundial do Turbante

13 abr 2010
14h46
atualizado às 15h17

Milhares de homens Sikh, cada um com uma "obra de arte" sobre a cabeça, estão comemorando o Dia Mundial do Turbante nas ruas das cidades da Índia nesta quinta-feira. O objetivo do evento é apenas um: provar para todo mundo que o turbante não está fora de moda, segundo informações publicadas pelo jornal britânico The Times.

Homem usa turbante de 300 m, em Amritsar
Homem usa turbante de 300 m, em Amritsar
Foto: AFP

Competições, protestos, rezas e vigílias marcam a data. A ideia é fazer que os jovens Sikhs não "se rendam" ao estilo ocidental de se vestir e continuem usando o principal emblema da fé Sikh - religião monoteísta indiana. "Nós estamos convidando aqueles que abandonaram os turbantes para que retornem a usá-lo", disse Jaswinder Singh, do movimento Orgulho Turbante.

"As famílias Sikh que vivem no exterior adotaram a cultural ocidental e abandonaram seus costumes, acrescentou Gurbachan Singh, que ocupa o cargo máximo da religião. Segundo ele, o evento central das celebrações será uma competição em que centenas de homens terão de enrolar seus turbantes na cabeça na cidade de Amritsar. O vencedor será julgado por sua habilidade e rapidez.

Homens Sikh - e algumas mulheres - têm usado turbantes desde 1699, quando o guru Gobind Singh, o décimo mestre da religão, proibiu seus discípulos de cortar o cabelo. Todo homem que tem seu Singh no sobrenome deve de usar braceletes de ferro e longas roupas de algodão, além de portar uma espada embainhada na cintura.

Fonte: Redação Terra

compartilhe

publicidade