2 eventos ao vivo

Lula condena ataque da Coreia do Norte à ilha sul-coreana

23 nov 2010
16h29
atualizado às 16h31

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva condenou o ataque da Coreia do Norte à Coreia do Sul, ocorrido nesta terça-feira. Segundo ele, a posição brasileira é de condenar qualquer forma de desrespeito à soberania de um país.

"Por enquanto, minha palavra é de condenação a qualquer tentativa de ataque da Coreia do Norte à Coreia do Sul", afirmou Lula, após participar de cerimônia em Ribeirão Preto (SP). "A Coreia do Norte diz que foi atacada primeiro. Estou sem informações porque estava em um evento, mas vou me informar com Itamaraty".

Lula reforçou, entretanto, a necessidade de que os países respeitem suas respectivas soberanias. "O Brasil é contra qualquer ataque a outro país. Não permitiremos, em hipótese alguma, qualquer tentativa de transgredir a soberania de outro país".

De acordo com informações da BBC Brasil, as Coreias do Norte e do Sul trocaram nesta terça-feira acusações sobre quem iniciou um dos mais graves incidentes entre os dois países desde a Guerra da Coreia, na década de 1950.

Durante uma troca de disparos de artilharia, que durou cerca de uma hora, a ilha sul-coreana de Yeonpyeong foi atingida. Dois soldados sul-coreanos morreram e pelo menos 50 pessoas (entre militares e civis) foram feridas.

Agência Brasil Agência Brasil

compartilhe

publicidade
publicidade