0

Kim Jong-un fala a crianças em seu segundo discurso público

6 jun 2012
09h58
atualizado às 10h43

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, realizou seu segundo discurso público desde que chegou ao poder nesta quarta-feira em Pyongyang, o qual fazia parte das celebrações do 66º aniversário da fundação da União das Crianças Coreanas (UNC), informou a agência KCNA.

O jovem líder, que deve ter menos de 30 anos, realizou seu discurso na capital norte-coreana, no estádio Kim Il-sung, que possui capacidade para 50 mil espectadores.

O breve comunicado divulgado pela agência do regime comunista explica que Kim Jong-un "assistiu o encontro e pronunciou um discurso de felicitação", sem oferecer mais detalhes sobre as palavras do líder norte-coreano.

A nota acrescenta que o ato também contou com a participação de outras figuras políticas do país, como o número dois do regime comunista, Kim Yong-nam, o primeiro-ministro, Choe Yong-rim, e também Kim Kyong Hui, tia paterna de Kim Jong-un e secretária do comitê central do Partido dos Trabalhadores de Coreia.

Os discursos públicos de Kim Jong-un são considerados incomuns pelos norte-coreanos, já que seu pai Kim Jong-il, que governou o país de 1994 até a sua morte em dezembro de 2011, só pronunciou uma frase divulgada pela televisão em toda sua vida.

O novo líder norte-coreano realizou seu primeiro discurso dia 15 de abril, dentro das celebrações do centenário do nascimento de seu avô e fundador do país, Kim Il-sung.

Os estudantes que participaram do evento "expressaram sua determinação na hora de se formar como guarda infantil intensamente leal a Kim Jong-un", segundo a nota divulgada pela KCNA.

As celebrações do aniversário da UNC, que mobilizou cerca de 20 mil crianças de todo país, foram criticadas pela imprensa da Coreia do Sul. Os jornais do país visinho chegaram a comparar essa celebração com os atos das juventudes hitlerianas, organizados pelos nazistas alemães.

Por conta desta comparação, o Exército Popular da Coreia do Norte ameaçou realizar um ataque militar contra as sedes de todo estes jornais por terem insultado o regime e seu líder.

Kim Jong-un fala com criança durante o evento
Kim Jong-un fala com criança durante o evento
Foto: KCNA / AFP
EFE   
publicidade