1 evento ao vivo

Família denuncia morte de menina em tentativa de roubo de órgãos na Índia

14 mai 2013
09h51
atualizado às 10h02
  • separator
  • comentários

Parentes de uma menina sikh de 8 anos nascida no Reino Unido dizem que a estudante foi morta por trabalhadores de saúde indianos no início de abril em uma tentativa de roubo de órgãos, informa o jornal indiano Times of India.

Imagem mostra a menina (centro) com os familiares
Imagem mostra a menina (centro) com os familiares
Foto: Reprodução

Durante uma visita da família ao Estado de Punjab, Gurkiren Kaur Loyal era tratada por desidratação em uma pequena clínica local quando teria recebido uma misteriosa injeção. "Numa fração de segundo, a cabeça de Gurkiren foi para trás, seus olhos viraram e a cor desapareceu completamente. Eu soube no momento que ela tinham sido morta. Eu soube que a minha criança inocente tinha sido assassinada", disse a mãe Amrit Kaur Loyal ao jornal britânico Birmingham Mail.

Segundo o jornal Daily Mail, após a morte, a família protegeu o corpo da menina para que seus órgãos não fossem retirados a tempo de serem transplantados. No entanto, ela teria passado por uma autópsia "medieval" em que todos os seus principais órgãos foram retirados pelos médicos para encobrir a causa da morte. Os familiares dizem que só descobriram a remoção quando retornaram para casa em Birmingham, no Reino Unido.

A família diz que seus depoimentos foram colhidos na Índia, mas que não sabe se uma investigação foi realizada. Eles pedem que os órgãos da menina sejam enviados para o Reino Unido para que a causa da morte seja investigada. A menina morreu no dia 2 de abril.

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade