0

Derrubada de helicóptero militar no Iêmen mata 10 pessoas

6 ago 2013
14h34
atualizado às 14h51

Pelo menos dez pessoas, entre elas sete militares, morreram nesta terça-feira devido à derrubada de um helicóptero do exército iemenita na província de Marib, no norte do Iêmen, informou o Ministério da Defesa do país.

O helicóptero sobrevoava o vale de Obeida, uma das fortificações da Al Qaeda, em baixa altitude, o que facilitou o abate da nave. Segundo a agência estatal de notícias Saba, o helicóptero realizava "uma missão de exploração" quando foi atacado.

O Ministério da Defesa revelou que as vítimas são os dois pilotos, um engenheiro aeronáutico e sete militares, um deles general.

O ataque aconteceu horas depois de quatro supostos membros da Al Qaeda morrerem em bombardeio de um avião americano não tripulado, também no vale de Obeida. Os Estados Unidos realizam ataques seletivos no Iêmen, onde acreditam que a organização terrorista possua bases e centros de treinamento.

Washington pediu hoje aos cidadãos que abandonem o Iêmen imediatamente devido à grave ameaça terrorista no país, enquanto a Inglaterra retirou toda a delegação diplomática do estado árabe, pelo menos temporariamente.

EFE   
publicidade