0

Coreia do Norte manterá programa nuclear enquanto EUA forem hostis

2 jul 2013
08h34
atualizado às 09h00
  • separator
  • 0
  • comentários

Um representante do regime norte-coreano disse nesta terça-feira no sultanato de Brunei que irá adiante com seu programa nuclear enquanto os Estados Unidos não modificarem sua política de hostilidade em relação à Coreia do Norte.

"Não vamos deixá-lo enquanto os Estados Unidos não retirarem sua política hostil contra nosso país", afirmou o subdiretor de assuntos internacionais do Ministério das Relações Exteriores norte-coreano, Choi Myung-nam, aos jornalistas em Bandar Seri Begawan.

O governo da Coreia do Norte está sob forte pressão em Brunei, em meio às reuniões ministeriais que a Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean) organiza, para que volte à mesa de negociações de seis lados.

Na reunião realizada hoje pelos ministros das Relações Exteriores do Fórum Regional da Asean, muitos dos participantes aconselharam à Coreia do Norte renunciar a seu programa nuclear.

O chanceler norte-coreano, Pak Ui-chun, respondeu na mesma reunião que só voltariam à mesa de negociações se não houver precondições.

Pak se reuniu na segunda-feira em Badar Seri Begawan com o ministro das Relações Exteriores chinês, Wang Yi.

No mesmo dia, o secretário de Estado americano, John Kerry, se reunia com os secretários de Estado da Coreia do Sul e do Japão para coordenar a posição dos três países nas negociações com Coreia do Norte sobre seu programa nuclear.

O diálogo entre as duas Coreias, China, Japão, EUA e Rússia para tratar o desarmamento nuclear da Coreia do Norte está estagnado desde 2009.

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade