0

China: sobe para 200 o nº de mortos por inundações e tufões

16 jul 2013
13h34
atualizado às 13h49
  • separator
  • 0
  • comentários

O número de mortes por causa das inundações e dos tufões que afetaram a China na última semana chegou a mais de 200 nesta terça-feira, enquanto pelo menos 350 pessoas seguem desaparecidas, segundo a imprensa chinesa.

O lugar mais afetado é a província de Sichuan, onde inundações e deslizamentos de terra atingiram a mesma zona que sofreu um terremoto em maio de 2008.

A província de Sichuan, onde um deslizamento de terra causou a morte de 43 pessoas na última semana, já contabiliza 58 mortos e 175 desaparecidos, segundo o governo. À esses números, somam-se os 108 mortos e 183 desaparecidos em função da passagem do tufão Soulik pelo sudeste e interior da China.

O tufão, sétimo que atinge o país neste ano, veio com fortes chuvas e provocou inundações e deslizamentos de terra em várias províncias do país, principalmente nas litorâneas de Cantão, Zhejiang e Fujian.

O tufão afetou quase um milhão de pessoas no país asiático, segundo números oficiais. A maioria destes desastres naturais aconteceram no sul do país, zona que sofre com tufões, inundações e fortes chuvas que causam centenas de mortos a cada verão, embora hoje também tenha sido divulgada a morte de 26 pessoas no extremo norte da China, na região da Mongólia Interior.

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade