PUBLICIDADE

China: festival para comedores de cachorros causa protestos

Dizem as lendas chinesas que o consumo da carne de cachorro afasta invernos frios demais, além de dar boa sorte e saúde; ativistas lutam contra a prática

18 jun 2014 20h05
| atualizado em 19/6/2014 às 09h42
ver comentários
Publicidade
<p>Ativistas estimam que mais de 10 mil cães morrem para a realização do festival</p>
Ativistas estimam que mais de 10 mil cães morrem para a realização do festival
Foto: Flickr

Em junho, anualmente, acontece na China um festival destinado aos comedores de cachorro. Apesar de a prática ser comum no país há muito tempo, o evento é motivo de protestos sempre que se inicia. As informações são da revista Time.

Segundo a publicação, o evento tem início no primeiro dia do solstício de verão, que marca a chegada dos dias mais quentes na China, no dia 21 de junho. No entanto, nos últimos anos o festival tem começado uma semana antes do previsto para evitar a presença de ativistas e de jornalistas.

Dizem as lendas chinesas que o consumo da carne de cachorro afasta invernos frios demais, além de dar boa sorte e saúde. No entanto, ativistas estimam que mais de 10 mil cães morrem para a realização do festival.

Neste ano, além de uma petição pública contra o festival, muitas celebridades também trabalham como ativistas contra o evento. A atriz Sun Li publicou fotos de seu filho com seu cachorro de rua adotado. Já a atriz e cantora Yang Mi publicou uma imagem de um cachorro derramando uma lágrima vermelha. "Por favor, não nos coma. Nós somos seus amigos" é a legenda da foto.

Foto: Arte Terra

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade