publicidade
14 de novembro de 2012 • 02h37 • atualizado às 02h46

Bomba da Segunda Guerra Mundial é retirada de aeroporto japonês

 

Um esquadrão de infantaria das Forças de Autodefesa (Exército) do Japão conseguiu desativar e retirar nesta quarta-feira um projétil da Segunda Guerra Mundial que fora encontrado no fim de outubro no aeroporto de Sendai, no noroeste do país.

A operação, que forçou o cancelamento de 30 voos programados para esta quarta-feira, começou às 9h locais e durou duas horas e meia, informou a televisão pública NHK.

Passada uma hora, os militares conseguiram retirar o detonador e a espoleta para evitar a explosão da bomba, e depois a retiraram do aeroporto.

A bomba será armazenada temporariamente em um quartel das Forças de Autodefesa na província de Yamagata, e uma empresa privada será encarregada de desmontá-la corretamente, explicaram fontes aeroportuárias.

Acredita-se que o projétil, com mais de um metro de comprimento e 250 quilos, tenha sido lançado pelo Exército americano durante os bombardeios produzidos sobre o Japão na Segunda Guerra Mundial.

A bomba foi encontrada em 29 de outubro, a pouco mais de um quilômetro de distância de uma das pistas do aeroporto de Sendai, quando era feita a reparação dos danos sofridos pelas instalações após o tsunami de março de 2011.

EFE EFE - Agencia EFE - Todos os direitos reservados. Está proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da Agencia EFE S/A.