1 evento ao vivo

Atentado contra mesquista xiita deixa pelo menos 14 mortos no Paquistão

21 jun 2013
07h55

Um atentado suicida perpetrado nesta sexta-feira em uma mesquita da cidade de Peshawar, no noroeste do Paquistão, deixou nesta sexta-feira 14 mortos e 28 feridos, em um ataque que pode ter motivações sectárias, informou à Agência Efe a polícia.

Cerca de 200 pessoas se preparavam para a tradicional reza de sexta-feira na mesquita xiita de Hussaini, quando um suicida começou a disparar e depois detonou uma carga explosiva presa ao seu corpo.

O templo atacado pertence a uma escola, por isso, segundo fontes policiais, muitos dos feridos são alunos do centro de estudos, que foram levados para hospitais próximos.

A polícia de Peshawar disse pouco depois do incidente que o número de mortos pode aumentar devido a grande quantidade de feridos causados pela explosão.

O primeiro-ministro, Nawaz Sharif, condenou "energicamente" o ataque e expressou sua solidariedade com as famílias das vítimas. Os atentados de caráter sectário no Paquistão, especialmente contra a minoria xiita (20% da população do país), aumentaram no último ano, fenômeno que vem ocorrendo desde o final de 2012.

No começo do ano, três massacres em bairros xiitas das cidades de Quetta, no oeste, e Karachi, no sul, deixaram mais de 250 mortos.

As vítimas fatais em ataques contra fiéis deste braço do islã já somam neste ano quase 50% do total acumulado em 2012.

Segundo o Instituto Paquistanês de Estudos para a Paz, 537 pessoas -em sua maioria xiitas- morreram no ano passado por ataques sectários.

EFE   
publicidade