2 eventos ao vivo

Ataque de drone mata 3 supostos membros da Al-Qaeda no Iêmen

9 ago 2013
08h25
atualizado às 09h03
  • separator
  • 0
  • comentários

Três supostos membros da organização terrorista Al-Qaeda morreram ontem à noite em um novo ataque de um avião não tripulado americano no Iêmen, informaram à agência EFE nesta sexta-feira fontes de segurança iemenitas.

Um míssil disparado de um drone destruiu o veículo em que os supostos terroristas estavam nas proximidades da aldeia de Gail Bauazir, uma área conhecida por ser um santuário da Al-Qaeda na província de Hadramut. Trata-se do terceiro ataque de drones registrado ontem no Iêmen, onde pelo menos 11 fundamentalistas morreram, segundo os últimos números oferecidos pelas autoridades.

Outros dois supostos membros da Al-Qaeda morreram em um fato anterior em Hadramut, enquanto fontes oficiais da província de Marib aumentaram para seis o número de extremistas mortos no ataque do drone americano nessa área. O último ataque aéreo em Hadramut é o oitavo deste tipo contra alvos da Al-Qaeda nas últimas duas semanas no Iêmen.

Na terça-feira passada, o Ministério das Relações Exteriores do Iêmen assegurou que tinha tomado "todas as precauções necessárias" para garantir a segurança das delegações diplomáticas, após o alerta mundial dos EUA sobre possíveis atentados terroristas.

Washington pediu, na última terça-feira, que os seus cidadãos deixassem o Iêmen imediatamente devido à grave ameaça terrorista no país. Já Londres decidiu retirar temporariamente todo o pessoal de sua embaixada em Sana.

Desde o início deste ano, aumentaram os ataques com aviões não tripulados contra alvos da Al Qaeda no Iêmen. Os EUA participam da luta contra essa organização terrorista com os ataques de drones por considerar que a Al Qaeda tem bases e centros de treinamento no país.

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade