2 eventos ao vivo

Aproxima-se de 13 mil número de mortos por terremoto no Japão

10 abr 2011
01h54
atualizado às 02h16

O número de mortos pelo terremoto e o posterior tsunami do dia 11 de março no nordeste do Japão aumentou neste domingo para 12.985, ao mesmo tempo em que outras 14.809 pessoas continuam desaparecidas, segundo a último apuração policial.

Além disso, em mais de 2.300 refúgios temporários continuam evacuadas mais de 153 mil pessoas provenientes em sua maioria das províncias de Miyagi, Iwate e Fukushima, as mais devastadas pela catástrofe.

Em Miyagi, os mortos chegam a 7.929 e há 6.578 pessoas sem localizar, enquanto em Iwate há 3.783 mortos e 4.804 desaparecidos e em Fukushima as vítimas mortais são 1.211 e os desaparecidos 3.423.

A maioria dos corpos achados até o momento foi identificada, enquanto o jornal Asahi informou que mais da metade dos falecidos com identidade confirmada eram maiores de 65 anos.

Nas zonas rurais do nordeste japonês moravam um grande número de idosos, que foram surpreendidos pelo tsunami devido a suas dificuldades para se deslocar.

A proporção de idosos de 65 anos nas províncias de Fukushima, Miyagi e Iwate ronda os 25%, o que mostra como o desastre tirou a vida da população de mais idade.

Segundo a televisão NHK, o número de mortos poderia aumentar, já que as autoridades locais ainda não puderam calcular o número exato de desaparecidos em algumas zonas afetadas no litoral.

Faróis de carro iluminam região revastada pelo terremoto seguido de tsunami, em Yamada, na província de Iwate
Faróis de carro iluminam região revastada pelo terremoto seguido de tsunami, em Yamada, na província de Iwate
Foto: AFP
EFE   

compartilhe

publicidade
publicidade