0

Sobe para 21 o número de mortos em explosão de prédio na Argentina

12 ago 2013
21h07
atualizado às 21h29
  • separator
  • comentários

As equipes de resgate que trabalham para remover os escombros do prédio que desabou na terça-feira passada após uma explosão causada por um vazamento de gás na cidade argentina de Rosário localizaram nesta segunda-feira os corpos de três pessoas, o que aumentou para 21 o número de mortos na tragédia.

O secretário de Saúde de Rosário, Leonardo Caruana, havia informado ao meio-dia de hoje que as equipes de resgate tinham encontrado o corpo de uma mulher de 86 anos, o que reduziu o número de pessoas desaparecidas para dois. Pela tarde, fontes oficiais citadas pela agência estatal "Télam" confirmaram que duas pessoas ainda não identificadas foram encontradas entre os escombros.

A explosão no edifício de apartamentos no centro de Rosário, a terceira maior do país, a cerca de 300 quilômetros de Buenos Aires, deixou também cerca de 60 feridos e provocou severos danos nas casas de 240 famílias.

A investigação sobre as causas do acidente está focada no técnico de gás que trabalhou no imóvel pouco antes da explosão e que permanece detido por ordem judicial. Também está sendo investigada a empresa distribuidora, Litoral Gás, de capitais belgas e argentinos, acusada pelo Ministério Público de ter realizado inspeções "muito limitadas e primitivas".

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade