0

Piñera reconhece Brasil como potência e critica Venezuela

6 mar 2011
09h19
atualizado às 13h54

O presidente do Chile, Sebastián Piñera, reconheceu que o Brasil é a potência que deve representar a América Latina, ao mesmo tempo que afirmou que o modelo da Venezuela "não está no caminho correto".

"Nós reconhecemos isto (a liderança brasileira) como um fato", afirmou Piñera em entrevista publicada neste domingo pelo jornal espanhol El País.

"Esperamos que o Brasil possa representar cada vez com mais força não apenas sua própria voz, mas também a voz da América Latina neste mundo novo que está emergindo", disse, antes de comentar a situação da Venezuela. "Eu penso que a difícil situação que a Venezuela está vivendo dentro dela diminuiu consideravelmente a intenção que em algum momento surgiu de exportar este modelo e intervir em outros países", disse Piñera.

"Não quero qualificar meus colegas presidentes, apenas dizer que o modelo que estamos seguindo no Chile é o melhor para o Chile, e que o modelo que a Venezuela está seguindo não vai pelo caminho correto", concluiu.

Presidente do Chile, Sebastián Piñera, a chama eterna acesa durante a sua visita ao Museu do Holocausto em Jerusalém
Presidente do Chile, Sebastián Piñera, a chama eterna acesa durante a sua visita ao Museu do Holocausto em Jerusalém
Foto: EFE
AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 

compartilhe

publicidade
publicidade