PUBLICIDADE

OMS teme que casos de cólera no Haiti cheguem a 400 mil

26 nov 2010 10h50
| atualizado às 11h50
Publicidade

A Organização Mundial da Saúde (OMS) prevê que os casos de cólera no Haiti possam chegar até 400 mil nas próximas semanas, devido à rápida propagação da doença.

Haitianos infectados pela cólera recebem atendimento médico em hospital improvisado de Porto Príncipe
Haitianos infectados pela cólera recebem atendimento médico em hospital improvisado de Porto Príncipe
Foto: Reuters

Assim indicou nesta sexta-feira Elisabeth Byrs, porta-voz do escritório humanitário da ONU (Ocha), que disse que, para evitar essa previsão, os países devem cumprir seus compromissos de financiamento da luta contra a epidemia, que já causou mais de 1,5 mil mortos.<

"Estamos em um ritmo muito lento. Devemos estar atentos para evitar o pior cenário previsto pela OMS de 400 mil casos", disse Byrs.

Os haitianos se preocupam que as eleições deste domingo no país seja uma forma de transmissão da cólera, mas Byrs lembrou que esta não é uma doença transmissível pelo simples contato, como é a gripe, por exemplo.

A cólera se transmite por água ou alimentos contaminados pelos resíduos fecais, por isso uma concentração de pessoas como pode acontecer em dia de eleição, não causa impacto na propagação da epidemia.

EFE   
Publicidade