0

Militares morrem em emboscadas e combates com guerrilheiros na Colômbia

20 jul 2013
22h37
atualizado às 22h56
  • separator
  • 0
  • comentários

Pelo menos 17 militares colombianos morreram neste sábado em uma emboscada feita aparentemente pela guerrilha das Farc no departamento (Estado) de Arauca, na fronteira com a Venezuela, enquanto outros quatro soldados foram abatidos em combates com essa guerrilha em Caquetá, no sul do país.

A imprensa local informou do primeiro fato, do qual ainda não há um pronunciamento oficial do Exército, enquanto a instituição divulgou o segundo, fatos que acontecem no dia no qual o país comemora 203 anos da Independência da coroa espanhola.

Os 17 militares do Batalhão Especial Energético e Viário número 14 morreram nas últimas horas em uma área rural na via que liga os municípios de Fortul e Tame.

Aparentemente, na emboscada houve também cinco feridos e 14 desaparecidos, ao mesmo tempo em que a Polícia capturou outros 11, dos quais seis estão feridos e recebendo atendimento médico.

Em comunicado, a 12ª brigada do Exército Nacional informou da operação no município do Doncello, no departamento de Caquetá, no qual morreram quatro soldados e três ficaram feridos.

Também morreram seis guerrilheiros e dois foram capturados.

"Neste momento continua a ofensiva. Continuamos em combates com o apoio da Força Aérea e da aviação do Exército", acrescentou a nota.

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade